Universidade Autónoma de Lisboa

Colóquio Internacional Machado de Castro - Da Utilidade daEscultura


Início
Programa
Conference Programme
Notas Biográficas
Biographical notes
Comissão de Honra
Comissão Científica
Comissão Promotora
Comissão Executiva
Acção de Formação
Fama e Triunfo
Atribuição de ECTS
Preços
CONTACTOS

Inscreva-se aqui

 

Colóquio Internacional Machado de Castro: Da Utilidade da Escultura

 

O Colóquio Internacional Machado de Castro - Da Utilidade da Escultura constitui o pólo de reflexão e debate historiográfico do complexo de eventos agregados sob a denominação comum de Fama e Triunfo: o escultor Machado de Castro*.
A iniciativa, no quadro académico, resulta da parceria estabelecida entre a Universidade Autónoma de Lisboa e a Câmara Municipal de Oeiras, dando continuidade à colaboração iniciada em 1999, data em que foi estabelecido o protocolo entre o Instituto de Artes e Ofícios da UAL e o Município, tendo em vista o restauro do singular conjunto de obras do escultor existentes na Quinta Real de Caxias.
O Colóquio que agora se apresenta prossegue o plano de trabalhos da linha de investigação Urbanismo e Monumentos Públicos** que, na sua origem, teve presente a necessidade de diálogo nos estudos de História da Arte, entre Arquitectura e Escultura, de assinalável carência entre nós e que tanto tem dificultado o entendimento da arte pública e da sua projecção na cultura urbana da cidade.
Reforçando o necessário princípio de interdisciplinaridade, entendeu a comissão promotora do Colóquio abrir o evento a especialistas de outras áreas procurando no cruzamento das respectivas competências – da História da Arte e do Urbanismo à História Social e à História das Ciências – estabelecer uma visão integrada sobre o escultor, a sua arte e a época em que se desenvolveu.
O autor da Estátua Equestre constitui uma referência obrigatória no domínio da teoria da arte, então nascente em Portugal, constituindo-se em elemento fronteira nas questões estilísticas, ideológicas e sociais do seu tempo, testemunhando um período de mudanças estruturais que teve inevitavelmente impacto na sua obra. A sua produção criativa é marcada pela parcial laicização das grandes empreitadas públicas, permitindo-lhe desenvolver um equilíbrio temático até, então, inviável num tempo ainda dominado pela encomenda religiosa.
Compreender Machado de Castro e a sua obra, entendendo e interpretando todas estas vertentes, no contexto nacional e internacional, constituirá o objectivo central do presente Colóquio, espaço igualmente aberto à apresentação de casos de estudo, dos mais importantes projectos de conservação e restauro, realizados ou em progresso, sobre os núcleos de escultura monumental da Grande Lisboa.

 

*A par do Colóquio, será inaugurada a 18 de Maio no Museu Nacional de Arte Antiga uma exposição retrospectiva da obra do artista intitulada O Virtuoso Criador. Joaquim Machado de Castro (1731-1822) ocorrendo, em simultâneo, a operação de restauro da estátua equestre de D. José I da Praça do Comércio de Lisboa, sob o patrocínio da World Monuments Fund – Portugal em articulação com a Câmara Municipal de Lisboa.
**Desenvolvida em parceria pelo Centro de Investigação em Ciências Históricas (CICH) e o Centro de Estudos de Arquitectura, Cidade e Território (CEACT), da Universidade Autónoma de Lisboa.

Contactos/Inscrições: 
coloquiomachadodecastro@ual.pt
Telefone: 213177640
Telemóvel: 915600362
www.ual.pt

 

                                                                              

 

Colóquio Internacional

Machado de Castro | Da utilidade da Escultura

 

Horário

19 de Maio – Auditório do MNAA

10.00h

Abertura

António Filipe Pimentel (Museu Nacional de Arte Antiga)

Miguel Figueira de Faria (Universidade Autónoma de Lisboa)

Catarina Vaz Pinto (Câmara Municipal de Lisboa)

Maria Tavares (Associação do Turismo de Lisboa)

Isabel Cruz Almeida (World Monuments Fund–Portugal)

Elisabete Oliveira (Câmara Municipal de Oeiras)

 

10.15h

Apresentação do programa do Colóquio.

 

10.30h

Conferência Inaugural

José-Augusto França (Universidade Nova de Lisboa)

Machado de Castro e o seu Tempo

Alexandre Quintanilha (Universidade do Porto)

Potenciar a ousadia humana

12.00h

Visita à exposição

 

Horário 

24 de Maio – Auditório do MNAA

Painel 1

Machado de Castro, Obra e Contextos

10.00h

Erika Naginski - (Harvard University)– The transformation of public art in the age of revolutions.

 

10.40h

Charlotte Chastel-Rousseau(Musée du Louvre)– Manifeste pombalin ou chef-d'oeuvre cosmopolite? La singularité du monument de José I dans l'Europe des Lumières.

11.40h

Leonor Ferrão (Centro de Investigação de Arquitectura, Urbanismo e Design (CIAUD). Faculdade de Arquitectura, Universidade Técnica de Lisboa)– Eugénio dos Santos e o programa da estátua equestre de D. José I.

 

12.00h

Ana Isabel Simões (Centro Interuniversitário de História das Ciências e da Tecnologia, Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa) – O naturalista Correia da Serra, das utilidades da ciência.

 

Intervalo

 

12.20h

Debate. Moderador – Miguel Figueira de Faria (Universidade Autónoma de Lisboa).

Painel 2

Artes e Ciências

15.00h

Maria de Lourdes Lima dos Santos (Instituto de Ciências Sociais) – Machado de Castro: do artesão ao artista.

 

15.30h

João Mascarenhas Mateus (Centro de Estudos Sociais - Universidade de Coimbra) – Desafios técnicos da estátua equestre de D. José I.

 

Intervalo

17.00h

Debate. Moderador – Nuno Monteiro (Instituto de Ciências Sociais).

 

Horário 

25 de Maio – Auditório do MNAA

Painel 3

Monumentos e Cidade

9.30h

José Manuel Fernandes (Universidade Lisboa)- O quase-século de MC e a arquitectura de Lisboa.

10.00h

Mª Clara Paulino (Departamento de Ciências e Técnicas do Património, Faculdade de Letras da Universidade do Porto / CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória) – A Estátua Equestre de Machado de Castro na literatura de viagem europeia e norte-americana entre o último quartel do séc. XVIII e meados do séc. XIX.

 

Intervalo

11.00h

Teresa Leonor Vale (Instituto de história da Arte-Centro de Investigação, Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa)– Em busca do “Bello Natural”. A influência da escultura italiana na obra de Machado de Castro.

11.30h

Miguel Figueira de Faria - vs (pt) - vs (en) (Universidade Autónoma de Lisboa)– Machado de Castro e Domingos Sequeira, arte pública em tempo de mudança.

12.00h

Debate. Moderadora – Raquel Henriques da Silva (Universidade Nova de Lisboa)

Painel 4

Escultura: desenho, modelação, talhe

14.00h

Luísa Arruda (Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa)– Machado de Castro e Vieira Lusitano.

14.30h

José Maria Silva Lopes (NID-I2ADS, Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto)– Do acto do desenho.

15h

Intervalo

15.30h

Alexandre Nobre Pais (Museu Nacional do Azulejo e CHAM, Centro de História de Além-Mar)– Os Presépios e Machado de Castro.

16.00

Sandra Costa Saldanha (Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja) - Expressões em Confronto: as fontes pictóricas na obra de Joaquim Machado de Castro.

16.30h

Debate. Moderador – José Fernandes Pereira (Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa).

17.00h

Conferência de Encerramento

Daniel Rabreau (Professeur émérite à la Sorbonne - Paris 1)

L’idéal royal des Lumières dans l’image emblématique des villes françaises. La sculpture et les thèmes identitaires urbains (1723-1765).

17.45h

Conclusões e encerramento.

 

Horário 

26 de Maio - Palácio Marquês de Pombal, Oeiras

Painel 5

Jardins e espaço público: aparato escultórico*

10.00h

Pierre-Yves Caillaut (Architecte en Chef des Monuments Historiques des Départements de la Meuse et de la Meurthe et Moselle)– Place et rôle de la dorure dans l'architecture classique.

10.30h

Cristina Castel-Branco (Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa)– O Jardim Botânico da Ajuda.

 

Intervalo

11.30h

João Pancada Correia (Universidade Autónoma de Lisboa), Carlos Beloto (Universidade Autónoma de Lisboa), Rodrigo Dias (Câmara Municipal de Oeiras) – Quinta Real de Caxias.

12.00h

 José Delgado Rodrigues (Comissão científica da World Monuments Fund Portugal)  – “A estatuária dos Jardins do Palácio Nacional de Queluz – diagnóstico e intervenção de conservação”

12.45h

Debate. Moderador – Margarida Calado – Universidade de Lisboa

 

14.30h

Visita ao Palácio Marquês de Pombal

 

* Sujeito à capacidade da sala. 

 

Conference Programme

 

 

 Timetable19 May – Auditorium of the National Museum of Ancient Art – MNAA (Museu Nacional de Arte Antiga - MNAA)

10.00

Opening

António Filipe Pimentel (National Museum of Ancient Art)

Miguel Figueira de Faria (Autonomous University of Lisbon)

Talks by the representatives of the Machado de Castro, Fama e Triunfo partnerships

and of the International Conference: da Utilidade da Escultura (On the usefulness of sculpture).

Autonomous University of Lisbon, National Museum of Ancient Art, World Monuments Fund Portugal (Isabel Cruz Almeida), Oeiras City Council (Elisabete Oliveira), Lisbon City Council (Catarina Vaz Pinto, and  Lisbon Tourism Association (Maria Tavares).

 

10.15h

Presentation of conference programme

 

10.30h

Opening conference

José-Augusto França (New University of Lisbon)

Machado de Castro and his time

Alexandre Quintanilha (University of Porto)

Boosting human boldness

12.00h

Visit to the exhibition

 

 

 

 Timetable 

24 May – Auditorium of the National Museum of Ancient Art

Panel 1

Machado de Castro, work and contexts

10.00h

Erika Naginski - (Harvard University) – The transformation of public art in the age of revolutions.

 

10.40h

Charlotte Chastel-Rousseau (Louvre Museum) – Manifeste pombalin ou chef-d'oeuvre cosmopolite? La singularité du monument de José I dans l'Europe des Lumières.

11.20h

Break.

11.40h

Leonor Ferrão (Architecture, Urban Planning and Design Research Centre (CIAUD), Faculty of Architecture, Technical University of Lisbon– Eugénio dos Santos and the programme of the equestrian statue of D. José I.

 

12.00h

Ana Isabel Simões (Inter-University Centre for the History of Science and Technology, Faculty of Science, University of Lisbon) – Naturalist Correia da Serra: on the uses of science.

12.20h

Debate. Moderator – Miguel Figueira de Faria (Autonomous University of Lisbon).

Panel 2

Arts and Science

15.00h

Maria de Lourdes Lima dos Santos (Social Sciences Institute, University of Lisbon) –

Machado de Castro: from artisan to artist.

 

15.30h

João Mascarenhas Mateus (Centre for Social Studies – University of Coimbra) – Technical challenges of the equestrian statue of King D. José I.

 

Break.

17.00h

Debate. Moderator – Nuno Monteiro (Social Sciences Institute, University of Lisbon).

 

 

Timetable 

25 May – Auditorium of the National Museum of Ancient Art

Panel 3

Monuments and the city

9.30h

José Manuel Fernandes (University of Lisbon)- Machado de Castro and

Lisbon’s architecture: nearly one hundred years of activity

10.00h

Maria Clara Paulino (Departament of Heritage Sciences and Techniques, Faculty of Humanities, University of Porto / CITCEM – Centre for Trans-disciplinary Research ‘Culture, Space and Memory) – The equestrian statue of Machado de Castro in European and North-American travel literature between the last quarter of the 18th century and mid-19th century.

 

Break.

11.00h

Teresa Leonor Vale (Institute of Art History-Research Centre, Faculty of Humanities, University of Lisbon) – In search of the “Bello Naturale”. The influence of Italian sculpture in the work of Machado de Castro.

11.30h

Miguel Figueira de Faria (Autonomous University of Lisbon) – Machado de Castro and Domingos Sequeira: public art in times of change.

12.00h

Debate. Moderator – Raquel Henriques da Silva (New University of Lisbon)

Panel 4

Sculpture: drawing, modelling, cut

14.00h

Luísa Arruda (Faculty of Fine Arts, University of Lisbon) – Machado de Castro and Vieira Lusitano.

14.30h

José Maria Silva Lopes (NID-I2ADS, Faculty of Architecture, University of Porto) – The act

of drawing.

15h

 Break.

15.30h

Alexandre Nobre Pais (National Time Museum and CHAM, Overseas History Centre) –

Cribs and Machado de Castro.

16.00

Sandra Costa Saldanha (National Secretariat for the Cultural Heritage of the Church) – Confronting images: pictorial sources in the work of Machado de Castro.

16.30h

Debate. Moderator – José Fernandes Pereira (Faculty of Fine Arts, University of Lisbon).

17.00h

Closing Conference

Daniel Rabreau (Professor Emeritus, University of Sorbonne - Paris 1)

L’idéal royal des Lumières dans l’image emblématique des villes françaises. La sculpture et les thèmes identitaires urbains (1723-1765).

17.45h

Conclusions and end of conference.

 

 

Timetable 

26 May – Marquis of Pombal Palace, Oeiras

Panel 5

Gardens and public space: sculptural apparatus *

10.00h

Pierre-Yves Caillaut (Architecte en Chef des Monuments Historiques des Départements de la Meuse et de la Meurthe et Moselle) – Place et rôle de la dorure dans l'architecture classique.

10.30h

Cristina Castel-Branco (Institute of Agronomy, Technical University of Lisbon) – Ajuda Botanical Garden.

 

Break

11.30h

João Pancada Correia (Autonomous University of Lisbon), Carlos Beloto (Autonomous University of Lisbon), Rodrigo Dias (Oeiras City Council) – Royal Estate of Caxias.

12.00h

José Delgado Rodrigues (Scientific Committee of the World Monuments Fund Portugal –

 The statues in the Gardens of Queluz National Palace: diagnosis and conservation

12.45h

Debate. Moderator – Margarida Calado – University of Lisbon.

 

14.30h

Tour of Marquis of  Pombal Palace

24 Maio


Erika Naginski
É Professora Associada de História da Arquitectura na Graduate School of Design da Universidade de Harvard. A sua investigação incide sobre arquitectura barroca e do Iluminismo, filosofia estética da idade moderna, teorias sobre o espaço público, e tradições críticas de história da arquitectura. Entre as suas obras publicadas, destaca-se o livro Sculpture and Enlightenment (2009) (Escultura e Iluminismo), que examina a transformação da arte pública e da arquitectura na época do racionalismo secular e das políticas revolucionárias; Polemical Objects (2004) (Objectos Polémicos), que analisa a filosofia do meio em Hegel, Heidegger e outros filósofos. Actualmente encontra-se a escrever um livro sobre as intersecções entre a arquitectura, arqueologia e concepção da história no século XVIII.

Charlotte-Chastel-Rousseau

É responsável pela programação em História da Arte do Museu do Louvre. É diplomada pela l’École du Louvre (Escola do Louvre) em história e escultura europeia, detentora de um mestrado em História pela Universidade de Paris IV – Sorbonne, e de um doutoramento em história de arte pela Universidade de Paris I Panthéon - Sorbonne intitulado “Monumento real e espaço público na Grã-Bretanha e na Irlanda, 1714-1820”. Após dez anos em Inglaterra, onde trabalhou em Oxford, Londres e Leeds (Henry Moore Institute), actualmente vive em Paris e trabalha no Museu do Louvre, onde é responsável pela programação de conferências em História da Arte. Interessa-se particularmente sobre a história do intercâmbio artístico durante o Iluminismo. Recentemente dirigiu a obra Reading the Royal Monuments in 18th- Century Europe (Farnham: Ashgate, Março de 2011).

Leonor Ferrão

Professora Auxiliar, Coordenadora do Mestrado em Design de Produto e Membro Efectivo do CIAUD – FA/UTL. Principais áreas de ensino: história da arquitectura (época moderna), história do design, teoria do design, crítica do design, processos criativos e metodologias de investigação. É membro colaborador do CHC (Centro de História da Cultura) e do IHA (Instituto de História da Arte) da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, Universidade Nova de Lisboa. É licenciada em Arquitectura (ESBAL, 1979), Mestre em História da Arte (FCSH/UNL, 1992) e Doutorada em História da Arte (especialidade Arquitectura e Urbanismo da Época Moderna) (FCSH/UNL, 2008). É membro do Conselho Científico do Curso de Doutoramento em Design. Foi consultora sénior do CPD (Centro Português de Design). Recentemente organizou o “Congresso Internacional Sobre Arquitectura e Cultura do Século XVIII Books with a View”, em Lisboa. Tem diversos títulos publicados.

 

Ana Isabel Simões

Professora Auxiliar de História e Filosofia das Ciências na Secção Autónoma da especialidade (SAHFC) na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Os seus interesses centram-se nas seguintes áreas: História das Ciências Físicas nos séculos XIX e XX; História da Química Quântica; História das Ciências em Portugal, séculos XVIII-XIX; História das Ciências na Periferia Europeia. Coordenou vários projectos e é autora de numerosas publicações. Participa em Sociedades Científicas e outras Instituições, incluindo: Advisory Board of series Boston Studies for the Philosophy of Science; Advisory Board of MPIWG Research library for the history and development of knowledge; European Society for the History of Science: Grupo Internacional STEP-Science and Technology in the European Peripheries,  Advisory Board of the Commission on the History of Modern Chemistry (CHMC), International Union of the History and Philosophy of Science/ Division of History of Science (IUHPS/DHS), Board of the Section on the History of Physics, European Physical Society.

Maria de Lourdes Lima dos Santos

É doutorada em Sociologia da Cultura pelo Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa. Ao longo da carreira de investigação e da carreira académica destacam-se os seguintes cargos e funções:  Membro do Conselho Consultivo da Associação Portuguesa de Sociologia;  Presidente do Observatório das Actividades Culturais; Membro do Board of Governors do European Institute for Comparative Research, Bonn; Membro do Conselho Científico-Cultural – CULT – Centro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, Universidade Federal da Bahia. Tem desenvolvido inúmeros projectos de investigação no âmbito do Observatório das Actividades Culturais desde 1996, disponíveis para consulta em http://www.oac.pt.

João Mascarenhas Mateus

Investigador do CES, Núcleo de Cidades, Culturas e Arquitectura. Tem uma Licenciatura em Engenharia Civil pelo IST, um Mestrado em Ciências da Arquitectura pela Katholieke Universiteit Leuven. Perito da Direcção de Cultura da Comissão Europeia entre 1993 e 1998 para avaliação de projectos de Conservação e Restauro do Património Cultural. Realizou na Universidade La Sapienza de Roma a investigação de doutoramento sobre a utilização de técnicas tradicionais de construção de edifícios de alvenaria na actividade da conservação arquitectónica. Em Roma, projectou e dirigiu os trabalhos de conservação do Instituto Português e do Pontifício Colégio Português. Doutorado em Engenharia Civil pelo IST (2001). "Cultore della materia" na Faculdade de Arquitectura Valle Giulia da Universidade La Sapienza de Roma (2002-2004) e colaborador científico da “Scuola di Specializzazione in Conservazione dei Monumenti” da mesma Universidade, desde 2002. Foi coordenador técnico da candidatura da Baixa Pombalina à Lista do Património Mundial (2003-2006).

Nuno Monteiro

Investigador Coordenador do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e Professor convidado do Instituto Universitário de Lisboa - ISCTE. Doutorado em História Moderna pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e agregado em História pelo ISCTE. Director de Penélope, Revista de História e Ciências Sociais e co-coordenador da colecção Temas de História de Portugal (Livros Horizonte), integra os conselhos editoriais de diversas revistas internacionais. Realizou cerca de centena e meia de conferências e comunicações e foi professor visitante em universidades espanholas, francesas e brasileiras. Coordenou vários projectos de investigação internacionais e organizou diversos colóquios e reuniões científicas. Tem cerca de uma centena de títulos publicados. 

 

25 Maio

José Manuel Fernandes

Arquitecto licenciado pela Escola de Belas Artes de Lisboa, e Professor Catedrático em História da Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura de Lisboa. Director do Instituto de Arte Contemporânea em 2001/2003. Investiga, escreve e publica regularmente sobre temas de História, Arquitectura e Urbanismo. Membro da Comissão Consultiva do Instituto do Património Arquitectónico - IPPAR entre 1996 e 2003. Membro do Conselho Editorial da Revista Monumentos da Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais (depois de 2007, do IHRU)  desde 1994. Coordenador da área da África Subsahariana na obra Património de Origem Portuguesa no Mundo - arquitectura e urbanismo, dirigida pelo prof. José Mattoso para a F. C. Gulbenkian (2007-2012). 

Maria Clara Paulino

Doutora em História de Arte pelaFaculdade de Letras da Universidade do Porto. Até Agosto de 2010, foi Professora Auxiliar na Faculdade de Artes Visuais e Performativas na Faculdade de Winthrop, EUA. Responsável por disciplinas dos cursos de Licenciatura de História de Arte e de Mestrado em Belas Artes. Desde Setembro de 2010 é Professora Auxiliar convidada do Departamento de Ciências e Técnicas do Património, da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde igualmente integra o Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória - CITCEM. Desde 2005, tradutora acreditada no Departamento de Estado Norte-Americano (Português, Inglês e Francês). Tradução dos discursos do Presidente Barack Obama, do Vice-Presidente Joe Biden, e da Secretária de Estado, Hillary Clinton, em viagens oficiais ao estrangeiro.

Teresa Leonor Vale

Licenciada em História, variante de História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde obteve também o grau de Mestre em História da Arte. Doutora em História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Exerce docência na Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias. Integra o Instituto de História da Arte, da Faculdade de Letras de Lisboa. É autora de diversas publicações no âmbito da História e da História da Arte.

Miguel Figueira de Faria

Doutor em História da Arte, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Professor Associado do Departamento de História, Artes e Humanidades da Universidade Autónoma de Lisboa. Membro da Academia Nacional de Belas Artes, Sociedade de Geografia. Membro do Conselho Consultivo da Agencia Nacional de Acreditação e Avaliação do Ensino Superior, e do Conselho Nacional de Educação. Tem várias obras publicadas nas áreas de História da Arte, Urbanismo, Património, Estudos Olisiponenses, História do Livro e História do Brasil Colonial.

Raquel Henriques da Silva

Doutora em História da Arte, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É Professora Auxiliar do Departamento  de História da Arte, da mesma Universidade. Directora do Instituto de História da Arte desde 2010, e coordena a respectiva Revista de História da Arte. Desde 2007, é membro do Conselho Editorial da revista Museologia.pt do Instituto dos Museus. É membro do Conselho de Administração da Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva e do Conselho Editorial da revista Monumentos do Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana. Coordenadora do Mestrado em Museologia, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, desde 2006. Foi Directora do Museu Nacional de Arte Contemporânea, 1993-97, eDirectora do Instituto Português de Museus, 1997-2002. Tem diversas obras publicadas nas áreas da Museologia.

Luísa Arruda

Professora Associada e Investigadora da Faculdade de Belas Artes, da Universidade de Lisboa. Artista e Historiadora de Arte, a sua investigação e as suas publicações versam sobre Arte, Arquitectura, Desenho e Artes Decorativas Portuguesas.

José Maria Silva Lopes

Doutor em Desenho pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto. Professor Auxiliar da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto. Membro do Centro de Investigação Francisco da Holanda da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Regente da Unidade Curricular Desenho I. Regente da Unidade Curricular Figura Humana/Representação do Espaço em 2009/2010. Tem vindo a fazer orientação pedagógica de docentes, orientação e arguição de Doutoramentos e Mestrados.

Alexandre Nobre Pais

Licenciado em História de Arte, pela Universidade Clássica de Lisboa. Mestre em História de Arte pela Universidade Nova de Lisboa com o tema da dissertação Presépios de Barro Portugueses do séc. XVIII. Actualmente trabalha na Divisão de Documentação e Divulgação do Instituto dos Museus e da Conservação, (Museu Nacional do Azulejo). Encontrando-se a desenvolver o seu Doutoramento na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. Integra o Centro de História de Além-Mar – CHAM.

Sandra Costa Saldanha

Directora do Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja da Conferência Episcopal Portuguesa. Membro do Conselho Nacional de Cultura - Secção do Património Arquitectónico e Arqueológico e do Grupo Técnico Coordenador do projecto “Rota das Catedrais”, em representação da Conferência Episcopal Portuguesa. Foi colaboradora do Departamento de Bens Culturais do Patriarcado de Lisboa (2007-2009) e, mais tarde, coordenadora do Serviço de Património, Investigação e Promoção Cultural, do Centro Cultural do Patriarcado de Lisboa (2009-2011), tendo a seu cargo diversas acções de dinamização do mosteiro de S. Vicente de Fora, e outras nas áreas da formação, inventário e investigação. Licenciada em Artes Decorativas Portuguesas e mestre em História da Arte, encontra-se actualmente a concluir doutoramento em História – variante História da Arte, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Investigadora do Centro de Estudos Arqueológicos das Universidades de Coimbra e Porto e colaboradora do Centro de História da Cultura (UNL).

José Fernandes Pereira

Historiador. Professor Catedrático da Faculdade de Belas Artes, da Universidade de Lisboa.

Daniel Rabreau

É historiador de arte e professor emérito na Universidade de Sorbonne – Paris 1. É um dos principais especialistas em arte urbana, arquitectura, escultura e iconografia monumental dos séculos XVIII e XIX. Presidente da Associação de Professores de Arqueologia e História de Arte das Universidades, foi director da Revista História de Arte. Presidente e fundador do Grupo Histoire Architecture Mentalités Urbaines. Desde 1991 é professor na Universidade Paris 1 Panthéon-Sorbonne e foi fundador do Centro Ledoux. Desde 2006 dirige, com Monique Mosser, o mestrado comum entre a Universidade Paris 1 e a escola de Arquitectura de Versailles, Jardins Históricos, Património e Paisagem. Criou uma colecção de publicações de jovens investigadores, e co-dirige, com Daniel Roche, professor no Colégio de França, uma colecção de manuscritos de teses sobre património, tempo e espaço de artes (Centro de Monumentos Históricos, Paris).

 

26 Maio

Pierre Yves Caillault

É arquitecto pela Escola de Versailles desde 1985, e pelo Centre d’Etudes Supérieures d’Histoire et de Conservation des Monuments Anciens (Centro de Estudos Avançados de História e Preservação de Monumentos Antigos, em 1993). Foi arquitecto de Edificações de França em Essonne, 1993-1997, e é Arquitecto Principal dos Monumentos Históricos desde 1998, responsável pelos distritos de Meuse, Meurthe e Moselle. Arquitecto liberal desde 1987.

Cristina Castel-Branco

É formada em Arquitectura Paisagista, detentora de um mestrado na mesma área pela Universidade de Massachusetts, e de um doutoramento em História de Arte de Jardins pela Universidade de Lisboa. É Professora no Instituto Superior de Agronomia e Directora do Departamento de Arquitectura Paisagista. Foi Directora Executiva do Jardim Botânico da Ajuda, e responsável pelo conceito, selecção de plantas, plantação e manutenção do espaço arborizado e directora do projecto Jardim Garcia da Orta na Expo 98. Em 2003 fundou a Associação Portuguesa para a Protecção de Locais Históricos e Jardins, à qual preside. Tem vários livros e artigos publicados em História de Arte de Jardins na Europa e nos EUA.

João Afonso Pancada Correia

Tem uma Licenciatura em Arquitectura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, e frequência do curso de pintura. É professor na Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) e na Universidade de Évora, e Director do Instituto de Artes e Ofícios da UAL. Tem colaborado regularmente com outras universidades portuguesas e com entidades oficiais na elaboração de vários projectos relacionados com arquitectura, arte, pintura e ilustração. Tem várias obras publicadas sobre estas temáticas. Participa regularmente em vários encontros nacionais e internacionais.

Rodrigo Alves Dias

Arquitecto paisagista, urbanista, investigador, com um percurso de trinta anos de pesquisa, publicação e divulgação de paisagens, sítios, jardins históricos e quintas de recreio. Desenvolveu trabalhos de investigação e recuperação relacionados com a quinta de recreio do marquês de pombal na vila de Oeiras com a publicação de dois livros sobre o tema e inúmeros ensaios. Coordenou os trabalhos de recuperação do jardim da cascata na Quinta Real de Caxias, tendo publicado inúmeros ensaios. Técnico da câmara municipal de Oeiras. Colaborador do Instituto de Artes e Ofícios da Universidade Autónoma de Lisboa. Presentemente doutorando na Universidade de Delft – Holanda.

Carlos Beloto

Especialista na área do restauro e consolidação de estruturas e elaboração de réplicas escultóricas. Foi Responsável, como formador, pela disciplina de Ética da Conservação e Restauro, na acção de formação para Técnicos Auxiliares de Pequena Conservação que decorreu no IPPAR- Direcção Regional de Faro (2000), e Técnico de Conservação e Restauro de Bens Arqueológicos e Etnográficos Principal (1990). Na área de restauro e consolidação de estruturas foi orientador dos trabalhos de reconstrução das estruturas nas Ruínas Romanas de Conímbriga, entre outras pelo País. Na área de elaboração de moldes e réplicas orientou as réplicas executadas para a Comissão dos Descobrimentos Expo92 – Sevilha, bem como as réplicas para venda ao público porencomenda, entre outras, das seguintes entidades: fundação da Casa de Bragança, Vila Viçosa; Museu da Cidade de Lisboa; Museu Grão Vasco, em Viseu; Museu de Conímbriga. Elaborou as moldagens para a Europália (Bélgica), integradas na Exposição "Nos Confins da Idade Média". Elaborou ainda o molde da cópia da estátua de mármore de D. João VI do escultor João José de Aguiar pertencente aoMuseu daMarinha.

José Delgado Rodrigues

Tem uma licenciatura em Geologia pela Universidade de Coimbra. Trabalhou largos anos no Laboratório Nacional de Engenharia Civil, na área de Engenharia Geológica e Hidrologia. Especialista em conservação da pedra, trabalhou em vários projectos nacionais e no estrangeiro, e leccionou em Portugal e em outros países. Foi professor convidado nas universidades de Évora e Nova de Lisboa. É membro dos conselhos editoriais de várias publicações e trabalha como freelance desde 2007.

Margarida Calado

Doutora em História da Arte, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. É Professora Associada na Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, e Professora ao abrigo de protocolo na Escola Superior de Educação João de Deus, no Mestrado Educação pela Arte. Colaboradora da Sociedade Nacional de Belas Artes.

24 May

Erika Naginski

She is Associate Professor of Architectural History. Her research interests include Baroque and Enlightenment architecture, early modern aesthetic philosophy, theories of public space, and the critical traditions of architectural history. Her books and edited volumes include Sculpture and Enlightenment (2009), which traces the transformation of public art and architecture in an age of secular rationalism and revolutionary politics;Polemical Objects (2004), a special issue of Res co-edited with Stephen Melville, which explores the philosophy of medium in Hegel, Heidegger and others; Her current book project addresses the intersections of architecture, archaeology and the conception of history in the eighteenth century.

Charlotte-Chastel-Rousseau

Est diplômée de l’École du Louvre (spécialité en histoire de la sculpture européenne), titulaire d’une maitrise d’histoire de l’Université Paris IV-Sorbonne et d’une thèse de doctorat en histoire de l’art soutenue en 2005 à l’Université Paris I- Panthéon-Sorbonne : «Monument royal et espace public en Grande-Bretagne et en Irlande, 1714-1820 » sous la direction de Daniel Rabreau (Centre Ledoux). Après dix années en Angleterre à Oxford, Londres et Leeds (Henry Moore Institute), où elle a notamment mené des recherches sur la sculpture britannique, elle vit aujourd’hui à Paris et travaille au Musée du Louvre à la programmation de colloques et conférences en histoire de l’art. Elle s’intéresse tout particulièrement à l’histoire des échanges artistiques dans l’Europe des Lumières et a récemment dirigé la publication de Reading the Royal Monuments in 18th- Century Europe (Farnham: Ashgate, mars 2011).

Leonor Ferrão

Assistant Professor at the Architecture Faculty of the Technical University of Lisbon (FA/UTL), head of the Master Course in Product Design and Permanent Researcher of the Research Centre in Architecture, Urban Planning and Design, Faculty of Architecture, TU Lisbon (CIAUD-FA/UTL). Main subjects taught: history of architecture (modern period), history of design, design theory and design critique, creative processes and research methodologies. She is a member of the FA/UTL Scientific Board of the PhD in Design. She collaborates with the CHC and the IHA of the Faculty of Humanities and Social Sciences /New University of Lisbon (FCSH/UNL). She is an architect (ESBAL, 1979), holds a master in Art History (FCSH/UNL, 1992) and a PhD in Art History – in the field of Modern Architecture and Urbanism (FCSH/UNL, 2008). She was senior consultant at the Portuguese Design Centre (CPD). She organized the “International Congress on Architecture and Culture of the 18th century Books with a View” that took place in Lisbon. She has published books, parts of books and several papers.

Ana Isabel Simões

Assistant Professor of History and Philosophy of Science at the Faculty of Science of the University of Lisbon. Her interests focus on the following areas: History of Physical Sciences in the 19th and 20th centuries; History of Quantum Physics; History of Science in Portugal in the 18th and 19th centuries; History of Sciences in Europe’s periphery. She has coordinated several projects and authored several publications. She is a member of several scientific institutions, including:  Advisory Board of series Boston Studies for the Philosophy of Science; Advisory Board of MPIWG Research library for the history and development of knowledge; European Society for the History of Science: Grupo Internacional STEP-Science and Technology in the European Peripheries,  Advisory Board of the Commission on the History of Modern Chemistry (CHMC), International Union of the History and Philosophy of Science/ Division of History of Science (IUHPS/DHS), Board of the Section on the History of Physics, European Physical Society.

Maria de Lourdes Lima dos Santos

She has a PhD in Sociology of Culture by the Higher Institute for Labour and Corporate Studies, Lisbon. Throughout her academic and research career the following positions and functions stand out: Member of the Advisory Board of the Portuguese Association of Sociology; President of the Observatory for Cultural Relations; Member of the Board of Governors of the European Institute for Comparative Research, Bonn; Member of the Scientific and Cultural Council of the Centre for Cultural Multidisciplinary Studies, Federal University of Bahia, Brazil. She has conducted several research projects as part of the Observatory for Cultural activities since 1996, which can be viewed at http://www.oac.pt

João Mascarenhas Mateus

He is a researcher at CES, Cities, Cultures and Architecture Unit. He has a degree in civil engineering from IST, and a master in architectural sciences from the Katholieke Universiteit Leuven. He was an expert at the Department of Culture of the European Commission between 1993 and 1998, evaluating conservation and restoration of cultural heritage projects. He carried out in PhD research at the University of Rome on the use of masonry traditional techniques in architectural conservation. While in Rome, he projected and directed the conservation works of the Portuguese Institute and of the Portuguese Pontifical College, He has a PhD in Civil Engineering by IST, was "Cultore della materia" at the Faculty of Architecture of the University of Rome and has been collaborating with the “Scuola di Specializzazione in Conservazione dei Monumenti” of the same university since 2002. He was the technical coordinator of the candidacy of Baixa Pombalina to the World Heritage List (2003-2006).

Nuno Monteiro

Head Researcher at the Institute of Social Sciences of the University of Lisbon and Guest Lecturer at the Lisbon University Institute. He has a PhD in early modern history by the New University of Lisbon and Aggregation in History from ISCTE. He is the Director of Penelope, History and Social Sciences Magazine and coordinator of the collection Topics on Portuguese History.  He is on the editorial boards of several international journals, He has given over 150 presentations and talks at conferences and has been visiting lecturer at universities in Spain, France and Brazil. He has coordinated numerous international research projects and organized several conferences. He has published about one hundred titles.

 

25 May

José Manuel Fernandes

Architect by the School of Fine Arts, Lisbon, and Professor in History of Architecture and Urbanism at the Faculty of Architecture of Lisbon. Director of the Institute of Contemporary Art in 2001-2003. He writes, researches and publics regularly on history, architecture and urbanism. Member of the Advisory Board of the Institute of Architectural Heritage – IPPAR between 1996 and 2003. Member of the Editorial Board  of “Monumentos” magazine of the Directorate General for National Buildings and Monuments since 1994. Coordinated the Sub-Saharan section of the work “Heritage of Portuguese Origin in the World” – architecture and urbanism “directed by Professor José Mattoso for the Gulbenkian Foundation (2007-2012).

Maria Clara Paulino

She has a PhD in Art History from the Faculty of Arts of the University of Porto Until 2010, she was Assistant Professor at the School of Visual and Performing Arts at Winthrop College, U.S.A., teaching undergraduate courses in Art History and master courses in Fine Arts. Since September 2010, she has been guest Assistant Professor at the Department of Heritage Sciences and Techniques of University of Porto, and is also part of the Centre for Trans-disciplinary Research “Cultura, Espaço e Memória”. Since 2005 she has been an accredited translator of the Department of State, US (Portuguese, English and French), and translated the speeches of President Barack Obama, Vice President Joe Biden and Secretary of State Hillary Clinton on official trips abroad.

Teresa Leonor Vale

She has a first degree in History, strand Art History, by the Faculty of arts of the University of Lisbon, where she also attained a master degree in Art History. She has a PhD in Art History by the Faculty of Arts of the University of Porto. She is a lecturer at Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, Lisbon, and a member of the Art History Institute of the University of Lisbon. She has authored several publications on History and art History. 

Miguel Figueira de Faria

He has a PhD in Art History by the Faculty of Arts of the University of Porto. He is Associate Professor at the Department of History, Arts and Humanities of Autónoma University in Lisbon. Member of the National Academy of Fine Arts, of the Geography Society, of the Advisory Board of the National Agency for Accreditation and evaluation of Higher Education, and of the National Council of Education.  He has published extensively in the fields of Art History, Urbanism, Heritage, Lisbon Studies, Book History and History of Colonial Brazil.

Raquel Henriques da Silva

She holds a PhD is Art History by the New University of Lisbon. She is Assistant Professor in the Department of Art History at the same university. She has been the Director of the Institute of Art History since 2010, and coordinator of the Art History Magazine. She has been a member of the editorial board of the magazine Museologia.pt since 2007. She is a member of the Board of Instituto Arquitecto José Marques da Silva Foundation and of the editorial board of the magazine Monumentos of the Institute of Housing and Urban Rehabilitation. She coordinates the master degree in Museology of the Faculty of Humanities and Social Sciences of the New University of Lisbon since 2006. She was Director of the National Museum of Contemporary Art and Director of the Portuguese Museums Institute. She has published several books on Museology.

Luísa Arruda

Associate Professor and Researcher at the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon. Artist and Art Historian. Her research interests and publications are on Art, Architecture, Drawing, and Portuguese Decorative arts.

José Maria Silva Lopes

Holder of a PhD in Drawing from the Faculty of Architecture of the University of Porto. Assistant Professor at the Faculty of Architecture of the University of Porto. Member of the Research Centre Francisco de Holanda of the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon. Coordinator of the course Drawing I, and of the course Human Figure/Representing Space in 2009/10. He has been doing mentoring of lecturers, supervision and examinations of master degrees and PhDs.

Alexandre Nobre Pais

He has a first degree in Art History by the Classical University of Lisbon, and a Master in Art History from the New University of Lisbon, with a dissertation Portuguese Clay Nativities from the 18th century. He is currently working in the Documentation and Dissemination Division of the Museum and Conservation Institute (National Tile Museum). He is a PhD student at the Arts School of the Portuguese Catholic University. He is a member of the Overseas History Centre – CHAM.

Sandra Costa Saldanha

She has a first degree in Decorative arts and a master degree in Art History. She is a PhD student in Art History at the Faculty of arts of the University of Coimbra. She lectures at the Higher College of Design (IADE) in the field of art History and Furniture. She collaborates with the Sector of Cultural heritage of the Lisbon Patriarchate, coordinating scientific and cultural promotion activities.

José Fernandes Pereira

Historian. Full Professor at the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon.

Daniel Rabreau

Spécialiste de l’art urbain, de l’architecture, de la sculpture et de l’iconographie monumentale des XVIIIe et XIXe siècles, mais également des institutions et des échanges artistiques dans leurs rapports avec la théorie de l’art, au Siècle des Lumières, il a enseigné de 1969 à 1991 dans les universités suivantes : Paris-IX Dauphine, Paris-IV Sorbonne et Bordeaux-III, Michel de Montaigne où il a dirigé la section d’histoire de l’art et créé le centre de recherches: Centre d’Etudes et de Recherches sur le Classicisme dans l’Art Moderne. Président de la Association des professeurs d’archéologie et d’histoire de l’art des universités et directeur de la revue Histoire de l’art, entre 1991-1994. Membre de plusieurs associations ou sociétés savantes, il est président, fondateur (depuis 1976), du Groupe Histoire Architecture Mentalités Urbaines. Depuis 1991, il est professeur à l’Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne où il a assuré durant six ans la direction de la Formation doctorale et du DEA en histoire de l’art et fait office de directeur adjoint de l’UFR 03 durant trois ans. Il a créé et dirige le Centre Ledoux, équipe d’accueil des Masters et des Doctorats dans sa discipline. Il a co-dirigé jusqu’en 2006, avec Monique Mosser, le Master professionnel commun à Paris 1 et à l’Ecole d’Architecture de Versailles, Jardins historiques, patrimoine et paysage. Il a créé une collection de publications de recherches de jeunes chercheurs, Les Annales du Centre Ledoux (6 tomes parus) et co-dirige, avec Daniel Roche, professeur au Collège de France, une collection de manuscrits de thèses réduites aux Editions du Patrimoine, Temps et espace des arts (Centre des Monuments historiques, Paris).

 

26 May

Pierre Yves Caillault

Architecte Diplômé par le gouvernement en 1985, Ecole de Versailles. Reçu major du concours ABF 1992. Diplômé du Centre d’Etudes Supérieures d’Histoire et de Conservation des Monuments Anciens en 1993. Reçu major du concours ACMH 1996-1997. Exercice libéral depuis 1987. Architecte des Bâtiments de France dans l’Essonne de 1993 à 1997. Architecte en Chef des Monuments Historiques depuis 1998 en charge des départements de la Meuse et de la Meurthe et Moselle.

Cristina Castel-Branco

Shegraduated in Landscape Architecture in Lisbon, has a Master by the University of Massachusetts in the same subject, and a PhD in History of Garden Art by Universidade Técnica de Lisboa. She teaches at the Instituto Superior de Agronomia and is the Head of the Landscape Architecture Department. She was Executive Director at the Botanic Gardens of Ajuda. In 1994, she became responsible for the concept, plants selection, planting and maintenance coordination of the EXPO 98 site in Lisbon and Project Director for the Garcia da Orta Garden project.In 2003 she founded the Portuguese Association for the Protection of Gardens and Historical Sites which she now presides. She has published a number of books and articles specialized in History of garden art, both in Europe and in the U.S.A.

João Afonso Pancada Correia

He has a degree in architecture by the Higher School of Fine Arts of the University of Lisbon, and an unfinished first degree in painting. He is a Lecturer at Universidade Autónoma de Lisboa (UAL) and at the University of Évora. He is Director of the Arts and Crafts Institute of UAL. He collaborates on a regular basis with other Portuguese universities and official entities in various projects related to architecture, art, painting, and illustration. He has published extensively on these topics and participates regularly in national and international conferences. 

Rodrigo Alves Dias

Landscape architect, urban planner, researcher, with a career in research, publication and dissemination of landscapes, sites, historic gardens and recreational farms spanning over thirty years. He has carried out research and restoration work related to the 18th century recreational estate of Marquis of Pombal and published 2 books and several essays on the topic. He has coordinated the work to recover the garden of Caxias Royal Estate and published extensively on the topic. Works as a Technician at Oeiras City Hall and for the Arts and Cradts Institute of Universidade Autónoma de Lisboa. He is a PhD student at the University of Delft, Netherlands.

Carlos Beloto

He is a specialist in restoring and consolidating structures and making sculptural replicas. As a trainer, he was responsible for the course Conservation and Restoration Ethics offered to technicians on several occasions. He coordinated the reconstruction of the Roman Ruins of Conímbriga, among others in the country. In the area of making molds and replicas, he coordinated the replicas made for the Discoveries Committee Expo 92, Seville, among other commissioned works, including: Casa de Bragança Foundation, Museum of Lisbon, Grão Vasco Museum, and Conímbriga Museum. He prepared the molds for Europália (Belgium), as part of the exhibition “At the end of the Middle Ages”. He also made the mold of the replica of the marble statue of King John IV, by sculptor João José de Aguiar, which is owned by the Maritime Museum.  

José Delgado Rodrigues

Holder of a first degree in Geology from the University of Coimbra. Worked at National Laboratory of Civil Engineering, LNEC in Engineering Geology and Hydrogeology. Specialist in stone conservation, he has worked internationally and in Portugal on several stone conservation  projects, and taught on the topic in Portugal and other countries. He has taught at the University of Évora and at the New University of Lisbon. He is currently a member of the editorial boards of several international journals and works as a free-lance consultant

Margarida Calado

Holder of a PhD in Art History by the Faculty of Humanities and Social Sciences of the New University of Lisbon. Associate Professor at the Faculty of Fine Arts of the University of Lisbon, and Professor of the master degree in Educating through Art at the Higher College of Education João de Deus. She works regularly for the National Society of Fine arts.

 

Francisco José Viegas, Secretário de Estado da Cultura (presidente)

Justino Mendes de Almeida, Reitor da UAL

Joaquim Correia, Mestre Escultor

Isaltino de Morais, Presidente da Câmara Municipal de Oeiras

António Costa, Presidente da Câmara Municipal de Lisboa

José Blanco, Presidente do World Monuments Fund-Portugal

António Valdemar, Presidente da Academia Nacional de Belas-Artes

Pedro Flor, Presidente da Associação Portuguesa de Historiadores da Arte

António Sampaio da Nóvoa, Reitor da Universidade de Lisboa

 

José-Augusto França  – Universidade Nova de Lisboa (Presidente) 

Agostinho Araújo – Centro de Investigação Transdisciplinar ‘Cultura, Espaço e Memória’ da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

António Filipe Pimentel – Museu Nacional de Arte Antiga

Charlotte Chastel-Rousseau – Musée du Louvre

Cristina Castel-Branco – Instituto Superior de Agronomia da Universidade Técnica de Lisboa

Daniel Rabreau – Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne

Fátima Nunes – Centro de Estudos de História e Filosofia da Ciência da Universidade de Évora

Henrique Leitão – Secção Autónoma de História e Filosofia das Ciências da Universidade de Lisboa

José de Monterroso Teixeira – Universidade Autónoma de Lisboa

José Fernandes Pereira – Universidade de Lisboa

José Manuel Fernandes – Universidade de Lisboa

Miguel Figueira de Faria – Universidade Autónoma de Lisboa (Coordenador)

Nuno Monteiro –  Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa

Raquel Henriques da Silva – Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa

 

Isabel Soromenho – Câmara Municipal de Oeiras

João Pancada Correia – Universidade Autónoma de Lisboa

José de Monterroso Teixeira – Universidade Autónoma de Lisboa

José Manuel Fernandes – Universidade de Lisboa

Miguel Figueira de Faria – Universidade Autónoma de Lisboa

 

Carolina Peralta - UAL

Cristina Dias - UAL

João Pancada Correia - UAL

Madalena Romão Mira - UAL

Susana Pereira - CMO

 

Acção de Formação

O escultor Joaquim Machado de Castro e a arte do seu tempo 

Coordenação Científica:  Miguel Figueira de Faria e José de Monterroso Teixeira


Objectivos:

Como acção complementar ao Colóquio Internacional Machado de Castro: da utilidade da Escultura, a Universidade Autónoma de Lisboa em colaboração com a Câmara Municipal de Oeiras, promove uma acção de formação com os seguintes objectivos:


- Estabelecer o itinerário da obra de Machado de Castro no contacto directo com os principais núcleos identificados de sua autoria, apresentados e analisados por formadores especializados.

- Fixar os principais ciclos operativos do escultor definindo as respectivas características, em módulos autónomos dedicados aos seguintes conjuntos: Praça do Comércio (Estátua Equestre de D. José), Basílica da Estrela, Quinta Real de Caxias, Palácio Pombal, em Oeiras e Palácio da Ajuda.

- Habilitar os auditores a identificar e compreender a diversidade da obra de Machado de Castro e da sua escola, tanto ao nível da alternância dos materiais utilizados, da madeira, à modelação em barro, ao talhe em pedra e à fundição em bronze, como do ecletismo da sua obra, abrangendo desde a arte sacra, às composições alegóricas até às manifestações seculares com momento cimeiro nas representações régias.

- Em complemento serão definidos os necessários contextos históricos de referência nomeadamente urbanísticos e arquitectónicos e da respectiva interactividade na projecção das esculturas, para um melhor entendimento das obras e respectivo significado plástico e simbólico.
 

Duração:  20 horas

Preço: 20 € (cada módulo)

Preço Especial: Colóquio + Acção de Formação 100 €

Todos os alunos com 50% de desconto
 

Módulos

Data

Módulo

Responsáveis

Duração  Horas

16 de Junho, 9h30

Basílica da Estrela (BE)

 

Sandra Costa Saldanha, Secretariado Nacional para os Bens Culturais da Igreja

Alexandre Pais, Museu Nacional do Azulejo

4h

16 de Junho, 14h30

Palácio Nacional da Ajuda (PNA)

 

Elsa Garrett Pinho, Instituto dos Museus e da Conservação

José de Monterroso Teixeira, Universidade Autónoma de Lisboa

4h

23 de Junho, 9h30

 

Palácio Marquês de Pombal, Oeiras

(PMP)

 

Rodrigo Dias, Câmara Municipal de Oeiras e Universidade Autónoma de Lisboa

José Meco, Universidade Autónoma de Lisboa

4h

23 de Junho, 14h30

Quinta Real de Caxias (QRC)

Carlos Beloto, Universidade Autónoma de Lisboa  

João Pancada Correia, Universidade Autónoma de Lisboa

4h

30 de Junho , 9h30

Praça do Comércio

(Estátua Equestre de D. José) (PC)

Miguel Figueira de Faria, Universidade Autónoma de Lisboa

José Sarmento de Matos, Olisipógrafo

4h

As deslocações são garantidas em autocarro da organização de acordo com o seguinte horário.

1º dia

9h30 – Basílica da Estrela

13h30 – Almoço livre

14h15 – Partida da Basílica para o Palácio Nacional da Ajuda

18h30 – Regresso à Basílica da Estrela

2º dia

9h30 - Palácio Marquês de Pombal

13h30 – Almoço livre

14h15 – Partida do Largo Marquês de Pombal  para a Quinta Real de Caxias

18h30 – Regresso ao Palácio Marquês de Pombal

3º dia

9h30 – Encontro no Pátio da Galé (Praça do Comércio)

Em hora a combinar, visita à estátua equestre.
 

Ficha de inscrição em www.universidade-autonoma.pt

Contactos/Inscrições: 
coloquiomachadodecastro@ual.pt
Telefone: 213177640
Telemóvel: 915600362
www.ual.pt

Fama e Triunfo

PROGRAMA

“FAMA E TRIUNFO. O ESCULTOR MACHADO DE CASTRO”

 

NOTA DE IMPRENSA

 

Conscientes da enorme relevância que a vasta e notável obra de Joaquim Machado de Castro (1731-1822) tem, em particular, para a cidade de Lisboa e, em geral, para a necessária afirmação do património português no mundo, o Município de Lisboa, o Museu Nacional de Arte Antiga, a Associação World Monuments Fund – Portugal, a Universidade Autónoma de Lisboa e a Associação de Turismo de Lisboa, entenderam unir esforços no sentido de criar um programa comum intitulado Fama e Triunfo. O Escultor Machado de Castro.
Este projecto é constituído por um conjunto de iniciativas, promovidas por cada uma destas entidades (individualmente ou em parceria), com o objetivo de levar a cabo uma ampla e justa celebração da personalidade artística do grande escultor.
Machado de Castro constitui, seguramente, o mais célebre e prolífico escultor português de todos os tempos, seja pela qualidade intrínseca da sua obra, pelo arco cronológico e estético que abarca, pelo número e qualidade dos discípulos por cujo intermédio se difundiu o seu notável magistério, ou ainda, e muito particularmente por intermédio da empresa que mais o celebrizou, a Estátua Equestre de D. José e a relação central que estabelece com o programa urbanístico da reconstrução Pombalina de Lisboa, de que constitui centro retórico.
O programa Fama e Triunfo. O Escultor Machado de Castro, procurará conciliar o desígnio comum de estudo e divulgação da obra do artista com a necessária  preservação e reabilitação do seu legado no contexto do património português, como património universal.
Nesse sentido, a partir da Primavera de 2012 terão lugar, sucessivamente:
O restauro da Estátua Equestre de D. José, promovido pela Associação World Monuments Fund – Portugal, em parceria com o Município de Lisboa, que contará com a colaboração da Universidade Autónoma de Lisboa junto da equipa científica do restauro, cujos trabalhos se prevê terem a duração de um ano;
exposição “O Virtuoso Criador. Joaquim Machado de Castro (1731-1822)”, promovida pelo Museu Nacional de Arte Antiga (patente de 18 de Maio a 30 de Setembro);
Colóquio Internacional “Machado de Castro. Da Utilidade da Escultura”, de 19 a 26 de Maio, promovido pela Universidade Autónoma de Lisboa em parceria com o Município de Oeiras, a realizar entre o Auditório do Museu Nacional de Arte Antiga e o Palácio dos Marqueses de Pombal, em Oeiras;
“Roteiro Machado de Castro”, organizado pelo Município de Lisboa em parceria com a Associação de Turismo de Lisboa, com a colaboração da Universidade Autónoma de Lisboa.
Este conjunto de iniciativas junto do público nacional e estrangeiro pretende promover uma eficaz valorização do legado artístico do escultor, adoptando como lema do programa geral as próprias imagens alegóricas (a Fama e o Triunfo) que flanqueiam a Estátua Equestre e são evocativas da própria obra do artista, como a posteridade justamente a perspectivou.
Assim, contextualizado o programa Fama e Triunfo. O Escultor Machado de Castrono processo global de reabilitação da Praça do Comércio, através do restauro da Estátua Equestre que o coroará, e tendo como pano de fundo a grande Exposição evocativa e o Colóquio Internacional, o conjunto dos parceiros envolvidos está certo de contribuir activamente para uma eficaz e justa valorização de um legado patrimonial que honra sobremodo o nosso país.

O Município de Lisboa

O Museu Nacional de Arte Antiga

A Associação World Monuments Fund – Portugal

A Universidade Autónoma de Lisboa

A Associação de Turismo de Lisboa

 

A frequência do Colóquio e das Acções de Formação conferem aos participantes 3 ECTS.

 

 

Preço Especial: Conferência + Acção de Formação  –  100 €

Conferência – 40 €

Acção de Formação (cada módulo) – 20 € 

Todos os alunos com 50% de desconto

 

Contactos/Inscrições: 
coloquiomachadodecastro@ual.pt
Telefone: 213177640
Telemóvel: 915600362
www.ual.pt

Eu escolhi SER AUTÓNOMA
Psicologia na Autónoma
TÁS AQUI, TÁS NA UAL !

Sala de Imprensa


Subscreva a nossa newsletter
Acessibilidade na Internet
Desenvolvido por: Inédito | © 2014 Universidade Autónoma de Lisboa