Universidade Autónoma de Lisboa

Centro de Estudos Linguísticos, Comparados e Multimédia (CELCT)


Início
Estatutos
Objectivos
Conselho Científico
Unidade de Acompanhamento
Projectos em Desenvolvimento
Publicações

O Centro de Estudos Linguísticos, Comparados e Multimédia, adiante designado por CELCT, é uma unidade de investigação, formação e divulgação científicas da Universidade Autónoma de Lisboa.

O “CELCT” tem por objectivo principal promover a investigação, o estudo, o tratamento da informação e a formação científica, técnica e profissional permanente dos seus associados e de terceiros, a nível nacional e internacional, de forma multissectorial e interdisciplinar no âmbito da Linguística, dos Estudos Comparados e das Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação, assim como de áreas afins, nomeadamente, Tradução, Tradução Audiovisual (TAV), Estudos culturais, Educação (Ensino de línguas), e-learning, b-learning e m-learning.

 

 

 

The Centre for Linguistic, Comparative and TEL Studies (CELCT) is a research, training and scientific dissemination unit of Universidade Autónoma de Lisboa.

CELCT aims to foster research activities and scientific, technical and vocational training of its members as well as all those interested in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology-Enhanced Learning and related areas, namely, within Translation, Audiovisual Translation (AVT), Cultural Studies, Teaching (Language Teaching), e-learning, b-learning and m-learning.

CELCT aims to:

1.      Promote scientific research, development and knowledge dissemination in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

2.      Promote and support its members’ research work and projects;

3.      Support its members’ long life education and training;

4.      Organize seminars, conferences and other training and knowledge dissemination activities in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

5.      Promote, support and organize advance training activities in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

6.      Promote exchange activities with national and international institutions;

7.      Promote participation in international research networks, foster participation of its researchers in R&D projects and international conferences.

Centro de Estudos Linguísticos, Comparados e Multimédia

Estatutos

 

CAPÍTULO I

Da Natureza, Objectivos, Sede e Duração

Artigo  1 º

(Natureza e denominação)

1.      O Centro de Estudos Linguísticos, Comparados e Multimédia, adiante abreviadamente designado por “CELCT” ou “o Centro”, é uma unidade de investigação, formação e divulgação científicas.

2.       O Centro é constituído como unidade orgânica da UAL e exerce a sua actividade no domínio da investigação científica e desenvolvimento tecnológico.

 

Artigo 2º

(Fins)

 

O “CELCT” tem por finalidade principal promover a investigação, o estudo, o tratamento da informação e a formação científica, técnica e profissional permanente dos seus associados e de terceiros, a nível nacional e internacional e de forma interdisciplinar nas áreas da Linguística, Estudos Comparados e Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação.

 

Artigo  3º

(Objectivos)

São objectivos do CELCT:

1.      Promover a investigação, o desenvolvimento e a divulgação científica nos domínios da Linguística, Estudos Comparados e Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação;

2.      Promover e apoiar o trabalho e os projectos de investigação dos seus membros;

3.      Apoiar a formação contínua dos seus membros;

4.      Realizar seminários, conferências e outras acções de formação e de divulgação científica nas áreas da Linguística, Estudos Comparados e Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação;

5.      Promover, apoiar e organizar a realização de acções de formação avançada ao nível das línguas e da tradução;

6.      Promover o intercâmbio científico com outras instituições nacionais e estrangeiras;

7.      Promover a integração em redes internacionais de investigação, fomentando a participação de investigadores em projectos de ID e conferências internacionais.

 

Artigo 4º

(Sede)

O Centro tem a sede na Rua de Santa Marta, número 56, em Lisboa, freguesia de Coração de Jesus, concelho de Lisboa.

 

Artigo 5º

(Duração)

O CELCT dura por tempo indeterminado.

 

Capítulo II

Dos Recursos

 

Artigo 6º

(Recursos Humanos)

O CELCT dispõe dos meios humanos necessários para assegurar o seu funcionamento regular que lhe serão afectos pela C.E.U. – Cooperativa de Ensino Universitário, de acordo com as suas disponibilidades.

 

Artigo 7º

(Recursos Materiais)

1.      O CELCT dispõe das instalações, infra-estruturas, equipamentos e dotação orçamental para assegurar o seu funcionamento regular que lhe são afectos pela C.E.U.

2.      Constituem receitas próprias do Centro:

a) As decorrentes do envolvimento dos seus membros em actividades de ensino, investigação e desenvolvimento;

b) As decorrentes da prestação de serviços e de venda de publicações;

c) Os subsídios, subvenções, comparticipações, doações, heranças e legados;

d) Quaisquer outras que legalmente possa obter.

 

 

Capítulo III

Dos Membros

 
Artigo  8º

(categorias)

1.      Os membros do CELCT podem ser de três tipos:

a)      Investigadores Permanentes;

b)      Investigadores Convidados; e

c)       Investigadores Assistentes;

2.      São Investigadores Permanentes do CELCT os investigadores doutorados que, exercendo actividade nas áreas cientificas do CELCT e, manifestando desejo de a ela aderirem, sejam admitidos nos termos do artigo 10º destes Estatutos.

3.      São Investigadores Convidados do CELCT os investigadores doutorados que exerçam a sua actividade de investigação temporariamente no CELCT, a convite de um investigador permanente do CELCT.

4.      São Investigadores Assistentes os investigadores não doutorados (assistentes universitários, assistentes de investigação, bolseiros, etc.) que exerçam a sua actividade de investigação do CELCT sob a orientação científica de um investigador permanente do CELCT.

 

Artigo  9º

(Direitos e Deveres)

1. Os membros do CELCT têm direito a:

a) Participar nas actividades do CELCT;

b) Utilizar os seus recursos.

2. Os membros do CELCT têm o dever de:

a) Contribuir para a realização dos objectivos consagrados no artigo 3º destes Estatutos;

b) Respeitar os Estatutos do CELCT e, em particular, acatar as decisões dos órgãos de gestão do CELCT.

 

ARTIGO  10º

(Admissão e exclusão de membros)

1.      A admissão e exclusão de membros do CELCT são da competência do Conselho Científico, após proposta da Direcção.

2.      A admissão e exclusão de Investigador Permanente do CELCT deve ser aprovada pelos membros do Conselho Científico, devendo as votações serem tomadas por maioria.

3.      Todas as propostas de admissão ou exclusão de membros do CELCT devem ser apresentadas por escrito ao Conselho Científico, através do seu Presidente e devem ser convenientemente fundamentadas.

4.      A proposta de admissão de investigador do CELCT deve ser apresentada pelo Responsável dos projectos de investigação em que o candidato se vai integrar e deve ser acompanhada pelo Curriculum Vitae, no caso de um Investigador Permanente.

5.      A proposta de exclusão de investigador do CELCT deve ser apresentada ou pelo Presidente da Direcção ou pelo Responsável dos Projectos de Investigação em que o investigador se integra, ou ainda pela maioria dos membros do Conselho Científico.

6.      Os Responsáveis de Projectos de investigação devem comunicar ao Presidente da Direcção a saída de qualquer membro do seu projecto.

 

 

Capítulo IV

Da Organização

 

Artigo 11º

(Órgãos de gestão)

São órgãos do CELCT:

a)O Conselho Científico;

b)A Direcção;

c) Unidade de Acompanhamento.

 

 

Secção I

Da Direcção

Artigo 12º

(Composição e Competências)

1.      A Direcção, é constituída por:

a) Presidente;

b) Um vogal.

2.      O Presidente é proposto pelo Conselho Científico e aprovado pela CEU/UAL.

3.      A constituição da Direcção é da responsabilidade do Presidente, devendo ser ratificada pela C.E.U.

4.      Compete à Direcção a gestão e administração do CELCT, nomeadamente:

a) Representar o CELCT;

b) Promover a consecução dos objectivos do CELCT.

c) Coordenar as actividades do CELCT;

d) Apresentar ao Conselho Científico para aprovação, o regulamento interno do CELCT;

e) Propor ao Conselho Científico, o orçamento e o plano anual de actividades e zelar pela realização dos planos aprovados;

f) Apresentar ao Conselho Científico, para deliberação, a composição da Unidade de Acompanhamento;

g) Obter e gerir os fundos necessários ao funcionamento do CELCT;

h) Elaborar anualmente o Relatório e Contas para apreciação pelo Conselho Científico

 

Secção II

Do Conselho Científico

Artigo 13º

(Composição e competências)

1.      O Conselho Científico é constituído pelos investigadores permanentes e presidido pelo Coordenador Científico, que é eleito de entre os seus pares.

2.      Compete ao Conselho Cientifico:

a) Definir a política de investigação científica e de formação avançada de recursos humanos;

b) Aprovar a candidatura dos investigadores a quaisquer programas de financiamento nacionais e internacionais;

c) Aprovar o seu regulamento interno;

d) Emitir parecer sobre o orçamento, o plano e relatório anual de actividades, os quais devem ser submetidos à aprovação da C.E.U.;

e) Emitir parecer sobre a composição da Unidade de Acompanhamento proposta pela Direcção;

f) Dar parecer sobre o estabelecimento de convénios, de acordos e de contratos de prestação de serviços com outras instituições, para aprovação pela C.E.U.;

g) Propor as alterações aos Estatutos, para aprovação pela C.E.U.;

h) Aprovar a admissão e exclusão de investigadores.

3.      O Conselho Científico reúne por iniciativa da Direcção ou de pelo menos 1/4 dos seus membros.

4.      No caso de não haver quorum à hora prevista na convocatória, aguardar-se-á meia hora pelo início da reunião.

5.      No caso de não haver quorum ao fim de meia hora, a reunião realizar-se-á com o número de membros que estiver presente e deliberará de acordo com a ordem de trabalhos (OT).

 

Secção III

Da Unidade de Acompanhamento

Artigo 14º

(Composição e competências)

1.      A Unidade de Acompanhamento, com um mandato de três anos, é formada por um mínimo de quatro especialistas ou individualidades exteriores ao Centro, com reconhecida competência na respectiva área, devendo incluir investigadores estrangeiros, sempre que possível.

2.      Compete à unidade de Acompanhamento:

a) Analisar anualmente o funcionamento do CELCT;

b) Emitir pareceres que julgar adequados, designadamente sobre o plano e relatório de actividades anuais e o orçamento do Centro.

 

Secção IV

Disposições Comuns

Artigo 15º

(Reuniões, Deliberações e Mandatos)

1.      As deliberações do Conselho Científico e da Unidade de Acompanhamento só são válidas desde que esteja presente a maioria dos seus membros em efectividade de funções, respectivamente.

2.      As deliberações são tomadas por maioria dos votos dos membros presentes.

3.      A duração do mandato da Direcção é de três anos e só termina com a entrada em funções dos novos titulares.

 

 

 

 

CHAPTER I

Definition, Objectives, Location and Duration 

Article  1

(Definition)

1.      The Centre for Linguistic, Comparative and TEL Studies, hereinafter referred to as CELCT or “Centre”, is a research, training and scientific dissemination unit.

2.      CELCT is a body of UAL whose activity focuses on scientific research and technological development.

 

Article 2

(Purpose)

CELCT aims to foster research activities and scientific, technical and vocational training of its members as well as those interested in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology-Enhanced Learning and related areas, namely, within Translation, Audiovisual Translation (AVT), Cultural Studies, Teaching (Language Teaching), e-learning, b-learning and m-learning.

 

 

Article 3

(Objectives)

CELCT aims to:

1.      Promote scientific research, development and knowledge dissemination in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

2.      Promote and support its members’ research work and projects;

3.      Support its members’ long life education and training;

4.      Organize seminars, conferences and other training and knowledge dissemination activities in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

5.      Promote, support and organize advance training activities in the fields of Linguistics, Comparative Studies and Technology Enhanced Learning;

6.      Promote exchange activities with national and international institutions;

7.      Promote participation in international research networks, foster participation of its researchers in R&D projects and international conferences.

 

Article 4

(Location)

CELCT is based at Rua de Santa Marta, number 56, Lisbon.

 

Article 5

(Duration)

The duration of CELCT is perpetual.

 

 

Chapter II

Resources

 

Article 6

(Human Resources)

CELCT has the human resources necessary to ensure its regular activity. Human resources shall be provided by C.E.U. – Cooperativa de Ensino Universitário, according to the centre’s needs.

 

Article 7

(Material Resources)

1.      CELCT has the necessary facilities, equipment and budget, allocated by C.E. U., to ensure its regular functioning.

2.      The centre’s own-source revenue include:

a) proceeds deriving from its members participation in teaching and I&D activities; 

b) proceeds deriving from services and selling of publications;

c) subsidies, participations, donations, inheritance;

d) any other proceeds legally pertaining to it.

 

Chapter III

Members

 
Article 8

(Categories of members)

1.    CELCT members are:

a)      Permanent researchers;

b)      Guest researchers; or

c)       Assistant researchers.

2.    Permanent researchers are those holding a PhD (or equivalent degree) conducting research in the scientific areas of CELCT who, wishing to become members, are granted membership pursuant Article 10 of these Statutes.

3.      Guest researchers are those holding a PhD (or equivalent degree) who temporarily conduct research in CELCT at the invitation of one of the Centre’s permanent members.

4.      Assistant researchers are those who do not hold a PhD degree (e.g. university assistants, research assistants, etc.) and who conduct their research activities in the Centre under the academic supervision of a permanent researcher

 

 

Article 9

(Rights and Duties of Members)

 

1. Members have the right to:

a) Participate in the Centre’s activities;

b) Use the Centre’s resources.

2. CELCT members must:

a) Contribute towards attaining the objectives  described in Article 3 of these statutes;

b) Abide to these statutes and, in particular, to the decisions of the Centre’s governing bodies.

 

 

 

Article 10

(Admission and Exclusion of Members)

1. Once a proposal is submitted by the Board of Directors, the admission and exclusion of the members of CELCT is the responsibility of the Scientific Council.

2. The admission and exclusion of permanent researchers must be approved by a majority vote of the members of the Scientific Council.

3. All proposals for admission of CELCT members must be submitted in writing to the Scientific Council by the main researcher of the project in which the new member will participate. The proposal for admission of a permanent member must include a CV.

4. All proposals for exclusion of CELCT members must be submitted in writing to the Scientific Council by the main researcher of the project the referred member participates in or by the majority of the members of the Scientific Council.

5. Project main researchers should inform the President when a researcher no longer participates in his/her project.

 

 

CHAPTER IV

Organization

 

Article 11

(Governing Bodies)

 

 CELCT shall have the following governing bodies:

a)  Scientific Council;

b) The Board of Directors;

c) Follow-up Unit.

 

Section I

Board of Directors

 

Article 12

(Board Composition and Competences)

1. The Board of Directors shall be formed by:

a) President;

b) One board member.

2. The President is nominated by the Scientific Council and appointed by C.E.U.

3. The President appoints the other member of the Board of Directors, ratified by C.E.U.

4. The Board of Directors is responsible for the management and administration of the Centre, namely:

a) Represent the Centre vis-à-vis third parties;

b) Promote the fulfilment of its objectives;

c) Coordinate the activities of the Centre;

d) Submit the bylaws of CELCT to the Scientific Council for approval;

e) Propose a budget and annual activities plan to the Scientific Council and ensure its implementation;

f) Submit the composition of the Follow-up Unit to the Scientific Council for approval;

g) Obtain and manage the necessary funding needed to operate CELCT;

h) Prepare the annual financial report and accounts for approval by the Scientific Council.

 

 

Section II

Scientific Council

 

 

Article 13

(Composition and Competences)

1. The Scientific Council is composed of permanent researchers and is chaired by the Scientific Coordinator, who is elected among his/her peers.

2. The competences of the Scientific Council include:

a) To decide on the policy of academic research and advanced training of its human resources;

b) To approve its researchers’ applications to national and international funding programs;

c) To approve the Centre’s bylaws;

d) To issue an opinion on the budget, annual activities plan and activity report, which must be submitted to C.E.U for approval;

e) To issue an opinion on the composition of the Follow-up Unit proposed by the Board of Directors;

f) To issue its opinion on the establishment of agreements and service rendering contracts with other institutions, which must be submitted to C.E.U for approval;

g) Propose amendments to bylaws, which must be submitted to C.E.U for approval;

h) Approve the admission and exclusion of researchers.

3. The Scientific Council meeting shall be convened by it’s the Board of Directors or at the request of at least a quarter of its members.

4. If there is no quorum at the time set for the meeting, there will be a thirty-minute waiting period.

5. If there is no quorum at the end of the thirty-minute waiting period, the meeting shall proceed with the members present and shall decide on the matters included in the agenda.

 

 

Section III

The Follow-up Unit

Article 14

(Composition and competence)

1.      The Follow-up Unit is appointed for 3 years and includes a minimum of five specialists or individuals of acknowledged competence in the scientific field(s) of the Centre. The members of the Follow-up Unit are external to the Centre.  The Follow-up Unit should include foreign researchers whenever possible.

2.      The competences of the Follow-up Unit are:

a)      To analyze annually the functioning of CELCT;

b)      To issue opinions on the Centre’s annual activity report, activity plan and budget.

 

 

Section V

Common Provisions

 

Article 15

(Meetings, Decisions and Term of Office)

1. Decisions by the Scientific Council and the Follow-up Unit are valid as long as approved by the majority of its existing members in office, respectively.

2. Decisions are passed by majority vote of the members present.

3. The term of the Board of Directors is three (3) years and shall terminate upon the election of a new board.

1. Promover a investigação, o desenvolvimento e a divulgação científica nos domínios da Linguística, Estudos Comparados e Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação;

2. Promover e apoiar o trabalho e os projectos de investigação dos seus membros;

3. Apoiar a formação contínua dos seus membros;

4. Realizar seminários, conferências e outras acções de formação e de divulgação científica nas áreas da Linguística, Estudos Comparados e Tecnologias de Informação e Comunicação na Educação;

5.  Promover, apoiar e organizar a realização de acções de formação avançada ao nível das línguas e de tradução;

6.  Promover o intercâmbio científico com outras instituições nacionais e estrangeiras;

7.  Promover a integração em redes internacionais de investigação, fomentando a participação de investigadores em projectos de ID e conferências internacionais.

Ana Luísa Teixeira

António Caldeira Gomes

Isabel Fernandes da Silva

Maria Nazaré Santos

Vanda de la Salette

 

Alexandra Isabel Neves (ISMAI)

Anna Baczkowska (Universidade Kazimir Wielki, Polónia)

Julide Inozu (Universidade Çucoroka, Turquia)

Maria Josefa Godelieva Anna Boucherie Mendes (CEAUL)
Shirley de Souza Gomes Carreira (UNIABEU, Brasil)

Investigações individuais/equipa em curso

CURRENT INDIVIDUAL/GROUP RESEARCH

Isabel Fernandes Silva (CELCT-UAL); Jane Rodrigues Duarte; Ana Luísa Teixeira; Shirley Gomes de Souza Carreira - MARCAS DO DISCURSO E IDENTIDADE: A TRADUÇÃO COMO (CON)VERSÃO DA VOZ / DISCOURSE AND IDENTITY: TRANSLATION AS VOICE (CON)VERSION

Isabel Fernandes Silva (CELCT-UAL); Jane Rodrigues Duarte; Ana Luísa Teixeira; Vanda de La Salete - NOVAS IDENTIDADES DE APRENDIZAGEM / NEW LEARNING IDENTITIES

Jane Rodrigues Duarte (CELCT-UAL) - CRACKING THE PORTUGUESE FAIRYTALE MIRROR: A STUDY OF THE PORTUGUESE ADAPTATION OF WILLIAM STEIG'S SHREK

Isabel Fernandes Silva (CELCT-UAL); Jane Rodrigues Duarte; Ana Luísa Teixeira; Nuno Rosa, Luís Ferreira, Ana Marques, Leila Ollagnier, Joana Baptista (PG em Tradução 2010-2011) - ADAPTAÇÃO DE INQUÉRITO DE DESMOTIVAÇÃO NA AULA DE INGLÊS / TRANSLATION/ADAPTATION OF THE QUESTIONNAIRE ON DEMOTIVATORS IN THE EFL CLASSROOM

Clara Santana Rita (CELCT-UAL) - O CANCIONEIRO ALENTEJANO DO PADRE MARVÃO: EXPRESSÕES E FORMAS DE RELACIONAMENTO DA MULHER COM OS AGENTES HUMANOS E TELÚRICOS / AN ANALYSIS OF A SONGBOOK FROM ALENTEJO COLLECTED BY FATHER MARVÃO

Isabel Fernandes Silva (CELCT-UAL); Jane Rodrigues Duarte; Reyhaneh Ghadirzadeh (Universidade de Teerão, Saveh, Irão) - BUILDING BRIDGES WITH LANGUAGE

Anna Baczkowska (Universidade Kazimierz Wielki, Polónia); Isabel Fernandes Silva (CELCT-UAL); Jane Rodrigues Duarte (CELCT-UAL); Pamela Stoll Dougall (Universidad de Alicante, Espanha) – MIDenS THE CONSTRUAL OF IDENTITY IN TRANSLATION: MULTIMODAL ANALYSIS OF SUBTITLES

Anna Baczkowska (Universidade Kazimierz Wielki, Polónia) coord; Isabel Fernandes da Silva, Jane Rodrigues Duarte (CELCT-UAL); Rita Temmerman, Antoon Cox (Erasmus University College, Bruxelas, Bélgica); Rachele Antonini (Universidade de Bolonha, Itália); Pamela Stoll Dougall (Universidad de Alicante, Espanha); Christina Alm Arvius, Jan Pedersen (Universidade de Estocolmo; Suécia); Cecilia Ovesdotter Alm (Rochester Institute of Technology, NY, EUA) – ‘MultiTraPS’ (projecto em elaboração – project under development).

Anna Baczkowska (Universidade Kazimierz Wielki, Polónia) coord; Isabel Fernandes da Silva, Jane Rodrigues Duarte (CELCT-UAL); Rita Temmerman, Antoon Cox (Erasmus University College, Bruxelas, Bélgica); Rachele Antonini, Ira Torresi (Universidade de Bolonha, Itália); Pamela Stoll Dougall (Universidad de Alicante, Espanha); Christina Alm Arvius, Jan Pedersen (Universidade de Estocolmo; Suécia); Cecilia Ovesdotter Alm (Rochester Institute of Technology, NY, EUA) ; Ying Ting Chuan (National Kaohsiung First University of Science and Technology, Taiwan); Sattar Izwaini (American University of Sharjah, United Arab Emirates) – TPCul Translation-Pragmatics-Culture

2011

Fernandes Silva, Isabel & Jane Rodrigues Duarte. “New Learning Identities”.  International Journal of Arts & Sciences, Fevereiro 2011.

http://www.universidade-autonoma.pt/upload/galleries/new-learning-identities.pdf

Fernandes Silva, Isabel & Jane Rodrigues Duarte. “New Approaches to Learning”. ED-MEDIA, Lisboa, Junho 2011.

Fernandes Silva, Isabel & Jane Rodrigues Duarte. “Bridging Old and New, A Study in Student Perception of the New English Classroom”. ICEM & SIIE 2011 Joint Conference old meets new, Universidade de Aveiro, Setembro 2011.

http://www.universidade-autonoma.pt/upload/galleries/bridging_old_and_new_proceedings.pdf

Fernandes Silva, Isabel & Jane Rodrigues Duarte. “New Culture, New Language, New Learning-Approach: A Case Study of EILC at Universidade Autónoma de Lisboa”. ICT for LanguageLearning, 4th edition,Florença, Outubro 2011.

http://www.pixel-online.net/ICT4LL2011/common/download/Paper_pdf/ILT08-63-FP-Duarte-ICT4LL2011.pdf

Fernandes Silva, Isabel. (Comunicação submetida). “Building Bridges with Language”. ICT for LanguageLearning, 4th edition,Florença, Outubro 2011.

http://www.pixel-online.net/ICT4LL2011/common/download/Paper_pdf/ILT09-64-FP-Silva-ICT4LL2011.pdf

Silva, Isabel Fernandes & Jane Rodrigues Duarte. “Is Dr House a doctor in all languages?” 4th International Conference Media for All, Imperial College, RU, 29 de Junho-1 de Julho de 2011.

 

2010

Silva, Isabel Fernandes (artigo submetido). “Voice(s) in a translated literary text”. Proceedings of the Maastricht Session and the Lodz Session of the 4th International Maastricht-Lodz Duo Colloquium on Translation and Meaning 2010.

Duarte, Jane Rodrigues (artigo submetido). “Conveying Relevance to the Portuguese Child Reader”. Proceedings of the Maastricht Session and the Lodz Session of the 4th International Maastricht-Lodz Duo Colloquium on Translation and Meaning 2010.

Santana Rita, Clara. “Canto(e) da boca: Baixo-Alentejo, a tradição revisitada”. Revista e-scrita, vol. 1 (1), 2010.

http://www.uniabeu.edu.br/publica/index.php/RE/article/viewFile/10/pdf_5

Santana Rita, Clara. “Tristão e Isolda: mito e magia”. Revista e-scrita, vol. 1 (2), 2010.

http://www.uniabeu.edu.br/publica/index.php/RE/article/viewFile/17/pdf_13

Fernandes Silva, Isabel. “Identidade e Morte em ‘The Life to Come’ e ‘The Other Boat’ de E. M. Forster”. Revista e-scrita, vol. 1 (3), 2010.

http://www.uniabeu.edu.br/publica/index.php/RE/article/view/48/pdf_30

Santana Rita, Clara.  “Língu maquista: um dialeto quase extinto, unindo Portugal, Macau e Brasil”. Revita e-scrita, vol. 1 (3), 2010.

http://www.uniabeu.edu.br/publica/index.php/RE/article/view/43/pdf_28

Primeira Universidade privada em Portugal

Sala de Imprensa


Subscreva a nossa newsletter
Acessibilidade na Internet
Desenvolvido por: Inédito | © 2014 Universidade Autónoma de Lisboa